Em 2018, o mercado de consórcio continua crescendo.

Na busca por um imóvel, a mudança de comportamento do consumidor tem sido clara. Enquanto o consórcio imobiliário fechou 2017 com crescimento de 45,1% em volume de créditos comercializados, os financiamentos sofreram retração de 7,4% no mesmo período. (Dados da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC) e da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (ABECIP).

A crescente procura pelo consórcio na hora de comprar, reformar ou construir um imóvel, é explicada quando se compara as taxas e juros cobrados.  É muito mais vantajoso o consórcio de imóveis que o financiamento.  Vale a pena, mesmo sem ter o crédito na hora.

Em 2017 o PIB indicou um crescimento da economia de 1%, além de outros índices positivos, que mostram que estamos no caminho para a retomada. O desempenho dos consórcios vem comprovar que o consumidor está mais confiante para planejar compras e investir a longo prazo.

Para o segmento, o ano de 2018 começou positivo. Foi registrado o crescimento de 3,4% nas vendas de novas cotas no mês de janeiro, em comparação com o mesmo período de 2017, (dados da ABAC – Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios). Já no primeiro mês do ano, 182 mil novas cotas de consórcio foram comercializadas comparando às 176 mil registradas em janeiro de 2017.

O ticket-médio do primeiro mês cresceu 4,6% . Um aumento que retrata, além do maior número de cotas vendidas, o interesse do consorciado por bens ou serviços de valores maiores.

Os números apontaram o crescimento de interesse do consumidor que quer adquirir imóveis residenciais e comerciais, incluindo aqueles que desejam formar ou ampliar patrimônio ou ter uma aposentadoria mais tranquila. Em janeiro, 320 consorciados (trabalhadores, participantes dos grupos de consórcios de imóveis), utilizaram parcial ou totalmente seus saldos nas contas do FGTS.

Assim como taxas menores, a praticidade também chama a atenção para quem procura um imóvel.  Existem dificuldades para conseguir crédito imobiliário. Já o consórcio é uma forma autofinanciável e coletiva de compra, o que torna o processo mais fácil e inteligente.  Os brasileiros estão procurando formas inteligentes e justas de investimento. No cenário atual, o consórcio se destaca como a melhor opção para quem procura uma compra planejada.

Fonte: site ABAC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *